Seguro de Acidentes de Trabalho (SAT) – Um alerta ao empresariado

Atualmente em nosso país ocorrem 08 (oito) mortes a cada dia, isso representa a perda de 3.000 (três mil) vidas em um ano. Não são números alentadores, ainda mais quando comparamos com alguns exemplos europeus. A França apresenta pouco menos da metade do nosso total de casos, já na Suécia, são cerca de 12% das mortes no Brasil.

 

 

Independentemente dos motivos, fato é que os acidentes de trabalho trazem enormes prejuízos à atividade produtiva. O custo médio direto de cada acidente do trabalho gira em torno de R$ 9.000,00; e essa não é a única perda. Em caso de acidente, o empresário terá colaboradores com dias parados. No Brasil a média é de cerca de 28 (vinte e oito) dias perdidos a cada acidente verificado.

 

 

Acharam altas essas estatísticas? Esses são apenas os custos diretos decorrentes dos acidentes. Os indiretos podem representar, de modo geral, até cinco vezes mais que esse montante.

 

Em qualquer atividade de seguro, o “bom risco” apresenta descontos em relação ao que seria o preço normal, já os “riscos ruins” são agravados. Com os Seguros de Acidentes de Trabalho (SAT) no Brasil, não é diferente, a Lei determina que, conforme a sinistralidade, poderão ser concedidos descontos de até 50% nas alíquotas de contribuição ao SAT ou, no caminho inverso, adicionais de até 100% sobre as mesmas.

 

Tendo esses números em mente, é fundamental que o empresariado tenha consciência da importância de gerenciar melhor os seus riscos, realizando avaliações sobre as condições de trabalho nas indústrias e da performance de seus programas de segurança.

 

Esse esforço não será em vão, pois com um sistema eficiente, o benefício ocorrerá na forma da obtenção de uma redução das alíquotas, além da redução dos custos indiretos associados aos acidentes.

 

Será que o empresariado nacional tem a exata consciência dos verdadeiros custos associados aos acidentes do trabalho? – Esperamos que sim.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

105 Comments »

 
 

Deixe uma resposta

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>