Depressão – Números impressionam e afetam empresas brasileiras

 

Informações vindas do Ministério da Previdência Social (MPAS) afirmam que entre janeiro e novembro de 2009, 83.209 brasileiros foram afastados de seus trabalhos devido à uma doença moderna, a depressão.

Os números são significativos, e representam cerca de dez brasileiros afastados do trabalho a cada hora, apenas em virtude da doença.

O levantamento do MPAS não detalha, mas se os números do governo forem confirmados pela estatística da Associação Brasileira de Psiquiatria, as mulheres estão mais duas vezes mais expostas à doença do que os homens.

O pior da doença são os efeitos que ela causa nas pessoas, tais como os transtornos de humor, tristeza, melancolia, falta de ânimo, e demais condições que criam dificuldade para pensar, raciocinar, dormir e até se alimentar.

É de se registrar que o acesso aos serviços psiquiátricos vem melhorando muito em nosso país, o que ajuda muito no controle da doença, o problema é que a automedicação, envolvendo antidepressivos, também cresceu e esse descontrole associado ao mau uso das drogas podem levar a problemas ainda mais graves de saúde.

Independentemente da elevação da sinistralidade nos seguros de Vida (nunca é demais lembrar que o suicídio é passível de cobertura no seguro, conforme preconiza o Novo Código Civil) e Invalidez, a situação preocupa ainda mais face ao alto custo que isso representa, não apenas para as finanças públicas, mas também para as empresas.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

99 Comments »

 
 

Deixe uma resposta

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>